INSTITUTO FEDERAL (IFPR) ANUNCIA A LIBERAÇÃO DE 31 ALUNOS DO CURSO TÉCNICO EM EDIFICAÇÕES PARA ESTÁG

Uma recente proposta da rede federal de formação de profissionais surge em Foz do Iguaçu e região como alternativa para buscar o equilíbrio entre a procura e a oferta de serviços da construção civil, objetivando suprir uma lacuna delimitada entre o engenheiro/arquiteto e o mestre de obras. O Técnico em Edificações.

O IFPR – Instituto Federal do Paraná, Campus de Foz do Iguaçu, contando com o com o apoio de instituições como a AEFI, anuncia que serão ofertados já nas férias de julho 31 alunos em formação para atuarem como estagiários em empresas e junto a profissionais autônomos de Foz do Iguaçu e região.

O curso Técnico em Edificações possui 3.666 horas de carga horária, incluso 246 horas de estágio supervisionado. O estágio supervisionado pode ser realizado junto a uma empresa ou com profissional autônomo (Engenheiro, Arquiteto ou Técnico em Edificações) que possua registro no CREA/PR e que esteja desenvolvendo um projeto ou uma obra.

O mercado de trabalho brasileiro está promissor para profissionais da construção civil, em 2014. Ainda com um mercado bastante aquecido, segundo o noticiário publicado no Estadão em quatro de abril, está sendo anunciado para o mês de agosto o lançamento do programa “PAC 3”, que deve fazer parte dos Programas de Aceleração do Crescimento do Governo Federal (PAC’s). Se implantado pode demandar um volume ainda maior de obras e serviços no setor da construção civil. Porém a carência de profissionais qualificados ainda não está sendo capaz de absorver a demanda atual de serviços.

Segundo Engo Civil Geovan Soethe, coordenador do curso de Edificações do IFPR – Instituto Federal do Paraná (Campus de Foz do Iguaçu), o Técnico em Edificações é um profissional que poderá dar assistência aos profissionais graduados, permitindo concentrarem-se em tarefas mais peculiares de suas atribuições. Por outro lado, o servidor alerta que a falta de um profissional qualificado (como o técnico) para dar apoio ao graduado, na maioria das vezes pode resultar em prejuízos indiretos, como a impossibilidade de incorporar novas obras e serviços ou até mesmo no crescimento de sua própria empresa. “Se o mestre de obras é o braço direito do engenheiro na obra, o Técnico em Edificações poderá auxiliar o engenheiro ou arquiteto tanto na obra como também no escritório. É uma sincronia profissional que pode render excelentes resultados”, comenta.

O Técnico em Edificações possui diversas habilitações que podem dar apoio ao empresário da construção civil. Dentro do setor o técnico pode desenvolver projetos, orçamentos, executar obras, possuindo também a atribuição para gerar Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), junto ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia - CREA/PR.

Segundo Engo Geovan, também são verificadas as demandas de outros serviços para a região. Em 2014, devem ser ofertados no IFPR outros cursos gratuitos na área de infraestrutura com menor carga horária, como “Cadista da Construção Civil” (200 horas) que é assistido junto a programa específico do Governo Federal.

As informações sobre a ofertas de estágio no curso Técnico em Edificações do IFPR podem ser obtidas por meio do contato com a coordenadoria de estágios do IFPR (45) 3422 5300, ou pelo site: foz.ifpr.edu.br/‎.

Featured Posts
Posts Recentes
Search By Tags
Nenhum tag.

AEFI - Associação de Arquitetos, Agrônomos e Engenheiros de Foz do Iguaçu

 

 Alameda Sarandi, 19   |   Jardim Itamaraty   |   CEP: 85863-050   |    Foz do Iguaçu - PR   |   Tel.: (45) 3573-1723   |   E-mail: aaefifoz@gmail.com

  • Instagram ícone social
  • Facebook App Icon